O Chá Nosso de Cada Dia

Existem muitas lendas e mitos no que respeita à origem do chá.


A mais conhecida conta que a sua origem remonta desde há 5000 anos, na China, aquando do reinado do Imperador Sheng Nong, um governante justo e competente, amante das artes e da ciência e conhecido como o Curandeiro Divino. O Imperador, preocupado com as epidemias que devastavam o Império do Meio, decretou um edital que exigia que todas as pessoas fervessem a água antes de a consumirem.

Certo dia, quando o governador chinês passeava pelos seus jardins, pediu aos seus servidores que lhe fervessem água, enquanto descansava debaixo da sombra de uma árvore. Enquanto esperava que a água arrefece-se, algumas folhas vindas de uns arbustos caíram dentro do seu copo, atribuindo à água uma tonalidade acastanhada. O Imperador decidiu provar, surpreendendo-se com o sabor agradável. A partir deste momento ficou adepto do chá, induzindo o seu gosto ao seu povo.

Todo mundo sabe indicar um chazinho perfeito para diferentes males, com dicas "infalíveis" transferidas pelos mais velhos da família. Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), 80% da população utiliza remédios naturais ou faz uso da chamada medicina popular para tratar doenças. O que pouco se discute, no entanto, são os riscos da ingestão excessiva das infusões preparadas com ervas, que podem ir de uma dor de cabeça a danos em órgãos vitais.

Ao observar a falta de conhecimento sobre os efeitos adversos do consumo em excesso de plantas medicinais, o Instituto de Biociências da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Botucatu preparou uma cartilha para alertar sobre os principais efeitos colaterais das ervas mais consumidas na região.


"Observamos que, por considerarem as plantas algo totalmente natural, imaginam que não há riscos", diz Maria José Queiroz de Freitas Alves, biomédica do Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu, orientadora da pesquisa.
Ela acredita que, além de não ter consciência dos perigos, a população não sabe como tirar o melhor proveito dos princípios ativos das plantas. Como exemplo, cita o urucum, que tem propriedades antioxidantes conhecidas, mas que, se levado à fervura, libera toxinas.
"Para utilizá-lo com segurança, é preciso deixá-lo em água fria por um tempo".
Outro fator importante, quase sempre desconsiderado por quem busca os chás para tratamento, é a forma como a erva foi plantada.
"O tipo de solo interfere, assim como o uso de agrotóxicos e a época de colheita. E é preciso saber se é melhor usar a erva seca ou fresca, as folhas ou flores", explica Alves.

É o caso da erva-doce (Foeniculum vulgare), também conhecida como funcho, cujo efeito diurético é mais forte na infusão das folhas, de acordo com uma pesquisa realizada por Débora Vendramini, doutoranda do CPQBA (Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas) da Universidade Estadual de Campinas. Em geral, os chás são preparados com os frutos. No estudo realizado em ratos, o aumento da diurese foi de 144% quando a infusão foi preparada com as folhas, contra 20% no uso dos frutos.

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) também constatou a necessidade de fornecer mais dados à população e prepara uma cartilha para ser divulgada no Estado do Rio de Janeiro. Foram consideradas para esse trabalho 20 das plantas mais citadas pelos vendedores de ervas do Mercado de Madureira, no Rio de Janeiro. "É uma loucura. Os "mateiros" descrevem inúmeras aplicações para uma mesma planta. E não há comprovação na literatura científica", diz Rosany Bochner, coordenadora do Sinitox (Sistema Nacional de Informações Tóxico-farmacológicas), ligado à fundação.

Conheça algumas das ervas citadas na Cartilha da Fiocruz e Unesp e alguns riscos previstos.

Para que haja maior controle no uso terapêutico das ervas, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pretende lançar para consulta pública uma lista com 51 espécies de plantas que poderão ser comercializadas como ervas medicinais. A resolução regulamentará a notificação de espécies vegetais, com indicações terapêuticas baseadas na literatura científica. Como, até o momento, as ervas para chás comercializadas no país são regulamentadas como alimentos, não podem apresentar indicações terapêuticas nas embalagens.

Fonte

15 comentários:

sonia a. mascaro disse...

Ótimo post, Denise!
Gosto muito de chá, mas de todos eles prefiro o chá preto. Uma receitinha: coloque a água para ferver com alguns pedaços de maçã com casca. Quando a maçã começar a ficar meio tenra, colocar no bule com o saquinho de chá preto. Fica uma delícia!
Bjs.

Tiago R Cardoso disse...

well done, excellent post.

Sem querer ser exagerado no nacionalismo, lembro que foram os portugueses que "deram" o chã aos ingleses.

Não é a minha bebida de eleição, mas até tomo.

Georgia Aegerter disse...

Ótimo post, De, já conhecia a historia mas é sempre bom relê-la.

Aqui entao que está um friozinho de 2 graus vala a pena beber um chá. vai um tb com sabor de figos e macas?

Oi, estou vindo aqui te avisar que os posts sobre a blogagem coletiva estao todos em um único blog para faciliatr que deseja lê-lo.

O seu também está lá.

Entao, dá uma passadinha por lá vê se está tudo bem prá você como tudo ficou por lá com o seu post.

Aqui o link do blog: http://blog-blogagem.blogspot.com/

Te desejo um ótimo final de semana.

Abracos do Dácio e da Georgia

Anny disse...

Denise:
Adoro chás. Vc já deve ter notado.
Gostei muito do seu texto sobre eles.
Nunca é demais saber mais detalhes sobre o assunto, né?
Bom fim de semana.
Bjs.

Anny disse...

Denise:
Adoro chás. Vc já deve ter notado.
Gostei muito do seu texto sobre eles.
Nunca é demais saber mais detalhes sobre o assunto, né?
Bom fim de semana.
Bjs.

Lizzie disse...

Te conto que o médico me disse que é ótimo tomar chá verde para ajudar na digestão. Sem falar que uma erva, se não me engano se chama "cavalinha" é a única coisa que consegue curar minhas infecções urinárias.

Ah! Fiz a panqueca verde aqui em casa. Foi um sucesso! Pena que eu acabei deixando gordurosa...

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Roseane, disse...

Antes eu não gostava de chás, mas ultimamente com frio que anda por aqui, tô tomando bastante. O meu preferido é de frutas vermelhas. Também gosto de baunilha. Este assunto me interessa, vou ver esta cartilha. Bom findi, bjks!

JOICE WORM disse...

Belo post Deni.
Ultimamente tomo só o Té Rojo como diz aqui em España, mas em bom português é Chá Vermelho ou Pu Erh como é o nome original.
Sua função é destruir as gorduras ingeridas. Não me causa nada em absoluto, e minhas gorduras localizadas vão saindo em proporções pequenas, pois não deixo de comer nada, nem como em pequenas quantidades. Meu sono é normal e meus sonhos passaram a ser mais claros. Tenho muita vitalidade durante o dia e não me sinto cansada, a não ser na hora de dormir à noite. Não me cria habituação. Há 1 semana que não tomo e tenho sempre em casa.
O importante do chá, está no prazer de tomá-lo e no inverno é excepcional. Como agora mesmo... Já está me dando vontade, mas como preferi tomar um leite quente, deixo para amanhã, hehe.

Estou fazendo as visitas atrasadas. Tenho tido uma semana de trabalho daquelas com a montagem do Restaurante.
Beijos, linda.

mundo azul disse...

Sim! Afinal, para tudo é preciso bom senso...

Os chás devem ser usados com conhecimento.

Muito bom esse seu texto! Ajuda realmente a alertar sobre o uso exagerado de chás, ou mesmo de qualquer outra substância.

Eu, adoro chá!


Beijos de luz e um final de semana maravilhoso, amiga!!!

Jéssica L. disse...

Oie! É importante as pessoas saberem sobre a utilização dessas ervas, justamente porque como vc mesma disse, são muito usadas. Eu própria tenho um jardim aqui em casa que tem erva-cidreira, boldo (e tem alecrim também, sabia? rsrs), então eu sempre estou fazendo chá com estas ervas, mas procuro nunca exagerar.
BJs!!

[insanamentehumano.blogspot.com]

Naturegirl disse...

the roses are beautiful in first image!I am so pleased to join the community of Todays Flowers group! NG

Gaspar de Jesus disse...

Denise
Gostei desta postagem sobre o "Chá nosso de cada dia".
Para começar, quero dizer que esta foto é MARAVILHOSA, a cor das rosas e a cor do chá é a mesma, composição perfeita.
Não sou grande apreciador de chá, mas acompanho muitas vezes minha mulher num cházinho, especialmente no inverno.
Para além disso, o meu pequeno almoço é contituído obrigatóriamente por uma infusão de quatro plantas, BOLDO, FUNCHO, ORTELÂ PIMENTA, DENTE DE LEÃO.
Esta infusão foi-me receitada em 1967 pelo médico de familia de então, dado o facto de eu ter regressado da Guerra Colonial em Angola com o figado muito debilitado por via de ter contraído Malária ou Paludismo, quatro vezes durante os 27 meses que lá estive.
E o que é certo é que, apesar de ter o figado paludico,cá me vou aguentando ao longo destes 41 anos, com a ajuda deste cházinho.
Votos de boa semana para si, e parabéns por este seu belissimo espaço de Partilha.
Bjs
Gaspar de Jesus

Suelly Marquêz disse...

Denise,Otimo chá pra voce!
Adorei, me servi de alguns muitossaboraosos, efuncionais,
ah, olha lá em casa tambem estou falando de bem viver e boa alimentação,
beijos, saudades,
Linda criação deste visual do ALECRIMDOURADO!BEIJOS NO Pedro, HOOJE lembrei dele fui numa vigilia na Igrejinha dele, na fazenda minha mãe devota dele colocou umachave enorme dependurada dizendo ser achave do CEU... E DEVE SER REALIDADE,POIS O VOSSO (NOSSO)PEDRO É O PROPRIO CÉU!

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

. disse...

Um chazinho é sempre bem vindo,não é mesmo?
Acabei de postar um delicioso chá de frutas no meu blog,passe lá para vc pegar a receita...vai adorar...
Bjs

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Nosso Planeta em Números

Adorei a Visita - Volte Sempre!
Photobucket

msn spaces tracking