Agrotóxicos

3 de dezembro, é o Dia Internacional pelo Não Uso de Agrotóxicos, com o tema “trabalho saudável no campo e comida saudável na cidade”.


A data foi escolhida por lembrar a morte de milhares de pessoas em uma catástrofe no Bhopal, na Índia, onde, em 1984, 27 mil toneladas de gás tóxico escaparam de uma fábrica da norte-americana Union Carbide, no que é tido como o maior desastre químico da história.

Agrotóxicos são produtos químicos utilizados para combater pragas. Também são chamados de praguicidas, pesticidas, defensivos agrícolas, agroquímicos ou biocidas.

Nunca é demais lembrar que esses produtos altamente letais são a base dos agrotóxicos que, como se sabe, prosseguem em níveis inaceitáveis nos hortifruti brasileiros, conforme estudos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Tomate, morango e alface são produtos com mais resíduos agrotóxicos. Levantamento do Ministério da Saúde mostra que mais de 40% das amostras de tomate, morango e alface analisadas em 2007 pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos continham índices de contaminação por agrotóxicos acima do permitido pela lei.

O caso mais grave foi o do tomate. Técnicos do ministério encontraram em amostras do produto monocrotofós, substância que teve o uso proibido no Brasil em novembro de 2006, em razão de sua alta toxicidade. De acordo com o levantamento, 44,72% das amostras continham excesso de agrotóxicos.

Na produção de tomate de mesa também foi detectada a presença de metamidofós, agrotóxico autorizado apenas para a cultura de tomate industrial (plantio rasteiro). A substância também foi encontrada em morangos e alface, produtos para os quais seu uso é vetado.

Trocar alimentos “convencionais” pelos orgânicos e escolher os produtos certos, na estação certa, contribui para uma alimentação livre de produtos químicos. Entenda a melhor forma de fazer isso.

Novos estudos científicos confirmam: os alimentos orgânicos são mais saudáveis que aqueles produzidos com agrotóxicos. A oferta desses produtos em feiras livres e supermercados deixou de depender exclusivamente de pequenos agricultores e ganhou escala industrial.

O Brasil tem a sexta maior área agrícola do mundo destinada à produção orgânica, segundo a Organics Brasil, organização que promove exportações do setor. A maior parte dessa produção – que inclui soja, sucos, açúcar, castanhas e cachaça – é exportada. No varejo nacional, as frutas e hortaliças ainda são os itens mais procurados entre os orgânicos, e não costumam substituir completamente os convencionais. Para o bolso do brasileiro, esses produtos são caros. Uma fruta orgânica pode ter preço duas a três vezes maior que o de sua versão com agrotóxicos.

Sob a orientação da Embrapa, centro de pesquisa agrícola do governo, os agricultores aderem voluntariamente a um programa de manejo de pragas sem o uso indiscriminado de defensivos agrícolas prejudiciais ao meio ambiente e à saúde dos roceiros. Os produtos desse sistema de plantio serão identificados pela sigla PIN (de Produção Integrada) e por um selo do Inmetro (abaixo, uma lista de produtos e os riscos específicos que o uso de agrotóxicos em seu cultivo acarreta para o consumidor).

Saiba um pouco mais sobre sua alimentação



1. TOMATE - O tomateiro adoece facilmente. Daí o uso intensivo de defensivos químicos no cultivo de larga escala e a alta dose de resíduos tóxicos. O orgânico e o tipo cereja são mais resistentes a pragas e levam menos agrotóxicos.

2. CENOURA - Bactérias, fungos e vermes contaminam a cenoura debaixo da terra. A maior parte do agrotóxico fica na casca. Descascar a cenoura a livra de 90% dos resíduos – mas também de nutrientes importantes.

3. ALFACE - No sistema convencional, a alface é pulverizada com produtos químicos agrícolas várias vezes. A Anvisa achou resíduos químicos indevidos em 28,68% das amostras de alface – daí a vantagem da versão orgânica.

4. MORANGO - Outra planta que atrai pragas e doenças, o que leva ao uso abusivo de defensivos agrícolas. Um morangueiro pode receber 45 pulverizações até a colheita. Na análise da Anvisa, 37,68% das amostras tinham resíduos inadequados.

5. MAÇÃ - Os pesticidas aplicados à macieira podem atravessar a casca fina e chegar à polpa da fruta. As maçãs do Sistema de Produção Integrada, com a marca PIN, têm 25% menos pesticidas que as convencionais.

6. GOIABA - Ainda mais sujeita ao ataque de pragas que as demais frutas. A versão orgânica é rara e pode conter larvas. O sistema de Produção Integrada ainda estuda um projeto-piloto para a fruta.

7. UVA - Segundo a Embrapa Uva e Vinho, o sistema de produção de uvas praticado atualmente é dependente do uso de defensores agrícolas, ainda mais em clima tropical. As versões orgânicas e com a marca PIN têm menos resíduos.

8. PÊSSEGO - A época ideal de cultivo do pêssego é de novembro a janeiro. Fora desse período, a fruta costuma ter mais agrotóxico. A versão orgânica é escassa em supermercados, mas é encontrada em algumas feiras do ramo.

Fontes: A - B - C

13 comentários:

Ana Baldner disse...

Oi Dê, adorei esse assunto, eu como muita cenoura crua e não tiro a casca... agora vou tentar ter mais cuidado pois devo esta ingerindo muito agrotóxico.

bjs

Ernâni Motta disse...

Oi, Denise,

Cá estou para lhe retribuir a visita e para conhecer do "Alecrim Dourado". Como ele é gostoso!...
Pois é, dia 26, estaremos nos conhecendo pessoalmente, o que será um prazer para mim. Acesso vários blogs e conheço dois ou três titulares, assim mesmo porque já os conhecia antes de sermos blogueiros, então, será uma emoção nova. Inclusive, a Roseane só conheço virtualmente.
Um grande abraço,
Ernâni

Jéssica L. disse...

Oie!!
Eu não sabia que havia esse projeto de produção integrada, vou reparar isto agora nas verduras e frutas que compro. Sabe,quando eu vou na roça que a família de meu pai mora, eu sempre pego banana, goiaba (nem me importo muito com as larvas rsrs), pitanga e jabuticaba direto da árvore. Fica muito mais gostoso né?
BJs!!

Gaspar de Jesus disse...

Olá Deise
Sempre que aqui venho aprendo...!!!
muito obrigado por mais esta LIÇÂO.
Votos de um excelente final de semana.
Bjs
G.J.

Reader Wil disse...

Thank you for sharing your beautiful plants and flowers and for using my flowers as an opening for this round!

Neal disse...

Thanks for sharing ... they really look appetizing.

Lizete Vicari disse...

Oi Denise!
Parabéns pela postagem dos agrotóxicos!
Se todos procurarem se alimentar com os alimentos limpos, talvez os que envenenam os nossos alimentos,
deixassem de envenar a nossa comida.
Um beijo. lili

Anny disse...

Denise:
Sei que o uso de agrotóxicos aqui no Brasil é indiscriminado e aqui em Salvador nem sempre é possível encontrar os alimentos nos supermecados. Então a situação fica difícil, né?

sonia a. mascaro disse...

Ótima postagem, Denise! Muito importante esse alerta e informações. Como meu filho é Engenheiro Agrônomo, esse tema faz parte de nossas conversas em casa.
Bjs.

Roseane, disse...

Muito bom seu post. Fui convidada para dar um palestra em português sobre este assunto na Universidade daqui. Só será um ano que vem. Até lá quero pesquisar muito sobre este assunto. Tomate e morango são os mais afetados e conhecidos casos. Que legal que você falou sobre isso, em especial pelo tomate. Dia 26 tá chegando...tum tum tum...coração ansioso. Bjks

Beatriz Lo Russo disse...

Oi De, muito boa e informativa a sua postagem.
Eu aqui em casa, tenho algumas opções de frutas e alguns legumes saindo direto da horta e do pomar!
Mas infelizmente não é o ano inteiro, então procuro consumir os orgânicos, coisa que aqui é um pouco difícil de encontrar nos mercados. Só acho alface !!!!
Beijão
Bia

Marcos Santos disse...

Me lembro que o cantor Leandro morreu de um câncer, cuja origem provavelmente foi provocada por uso de agrotóxicos em plantações de tomates, onde trabalhou na juventude.

luzdeluma disse...

Procurei por uma noticia para te mostrar sobre a contaminação de um rio aqui no Estado e descobri que o rio paraíba do sul, que abastece 90% do Estado do Rio, está contaminado. Veja a reportagem;
http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/12/12/e121211964.html
Bom fim de semana! BEijus

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Nosso Planeta em Números

Adorei a Visita - Volte Sempre!
Photobucket

msn spaces tracking